Momentos Poéticos

Momentos Poéticos

sábado, 7 de fevereiro de 2009

OLHOS DA PAZ



OLHOS DA PAZ

Ao ver a manhã criança,
Sorrindo uma brisa mansa...
Pensei; como bom seria!
Se as mudanças no clima,
Fossem laranja pra lima...
Adoçando as ventanias.

E brotasse o lado sano,
Em todos os seres humanos...
Com guerras, só de amar!
Se o dia nasce calmo e belo,
Pra que usar um martelo?
Pregue com o seu olhar!
Pois vem de sua ternura,
A boa temperatura e a cura;
Pra nunca chorar.

Não há mesmo outro caminho!
A dor, é como um mau vizinho,
Que nunca abre seu cais.
Esqueça o calendário,
Que só ensina o contrário...
Bons, são os olhos da paz.

ALQUE

4 comentários:

Airton Soares disse...

Cara! Este blog está uma arrombação total. Muito bom. As cores bem distribuídas; textos de qualidade. Dá gosto vir aqui.

A braço S

Dalinha Catunda disse...

Oi Airton,
É sempre muito agradável conferir sua arte. E aqui estou para parabenizá-lo pelas postagens e por este espaço especial.
Um abraço,
Dalinha

Eu e Alque disse...

AS, obrigado pela arrombação, sua visita nos deixou muito feliz. Volte sempre, rsrs.
Abraço, Alque e Cris.

Eu e Alque disse...

Amiga Dalinha, é sempre um previlégio receber sua visita e seus comentários, que me deixa contente.
Abraço, amigo Alque.