Momentos Poéticos

Momentos Poéticos

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010



PERDAS E GANHOS

No jogo da vida, não nos cabe sempre vencer,
Pois o tempo é uma gangorra,
Que nos fará subir e descer.

Ao nascer, perdemos o abrigo,
E ganhamos a liberdade;
Ao crescer, ganhamos independência,
E perdemos o aconchego familiar;
Ao descobrir, ganhamos sabedoria,
Luz que a tudo irradia.
Ao amar, ganhamos o companheirismo,
E perdemos a individualidade.
Ao envelhecer, perdemos a vitalidade,
Mas acumulamos experiências.
E dizem que ao morrer,
Não se perde a vida, eterniza-se!

Cris Menezes
(Gravura:google imagem)

3 comentários:

Dalinha Catunda disse...

Olá Cris,
Muito boa e verdadeira sua poesia.
Adorei!
Um abraço,
Dalinha

Airton Soares - "AS" disse...

PERDAS E GANHOS


"o tempo é uma gangorra,
se ficar o bicho pega...corra!
se correr o bicho... espera a subida ou a descida...

...mas neste constante sobe e desce,como você bem disse, Cris,"Não se perde a vida, eterniza-se!"
- - - -
Muio boa PERDAS E GANHOS. Parabéns

Elizabeth disse...

Olá Cris,
Muito bom esse seu "balanço de perdas e ganhos"...parabéns!
Em verdade, na natureza nada se perde, tudo se transforma.
Um abraço
Beth