Momentos Poéticos

Momentos Poéticos

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

A MAGIA DAS BORBOLETAS

Outro dia, ao passar por um jardim, assim...
Com jeito de outono... Senti sono, pois vi no seu abandono, O mesmo que havia em mim.

Folhas caídas, já sem vida, e flores,
Todas levadas pelo insensível vento,
Que com suas mudas, muda as cores
E os momentos...

Mas a magia da vida é que:
Depois de um rio de choro,
Vem sempre um mar de acalanto,
Com seu coro, feito ouro...
Que encanto!

E quem nos traz? As borboletas!
Não são muitas, só algumas...
Que com seu voar sem asas,
arrasa qualquer tristeza.
Eu com certeza, fui premiado com uma!

ALQUE

3 comentários:

Elizabeth disse...

Muito bom o poema das borboletas. Parabens à dupla pelo BLOG, muito bom.

EueAlque disse...

Srs, obrigado comadre, mas a secretária é que é muito competente.
Um abraço.

EueAlque disse...

Olá Beth, obrigada pela postagem, ou melhor pela visita. Esteja sempre a vontade pra passar por aqui e nos deixar um comentário.
Beijos Cris!