Momentos Poéticos

Momentos Poéticos

sábado, 21 de março de 2009

ABAIXO DE ZERO

ABAIXO DE ZERO...

Sinto um certo vazio, e um frio...
Sempre a me rondar...
Com muitos ventos sombrios...
Congelando os “rios”...
Mas eu quero ir pra o mar...
Pois as mágoas do meu peito
Precisam de um leito,
Para desaguar.

E a saída? É sonhar!
É Sonhar! É Sonhar!
Se não há cura pras feridas...
Pra vida vamos cantar.

Tento sorrir e não consigo, não há abrigos...
E muitos ainda vão nascer.
No lote do paraíso, há um aviso;
Quem comprar só vai crescer!
Mas só enganam o pobre homem...
Pois o que cresce é a fome e o seu padecer.

E a saída? É sonhar!
É Sonhar! É Sonhar!
Se não há cura pras feridas...
Pra vida vamos cantar..

Sei que há um pequeno coro,
Que canta, mesmo com o choro,
A lhe sufocar.
E não reluz como ouro...
Pois o brilho do tesouro está no olhar.
Pena, que poucos verão.
Porque hoje a paixão é multiplicar.

E a saída? É sonhar!
É Sonhar! É Sonhar!
Se não há cura pras feridas...
Pra vida vamos cantar.

ALQUE

CD ALQUEIRES DE POESIAS
FAIXA 20

Um comentário:

Pacífico disse...

O MEU ABRAÇO

Seja qual for o teu momento agora,
Sente o meu abraço.

Se a tristeza tomou forma no teu coração?
Que o meu abraço possa levar-te alegria.

Se estiveres passando por algum tipo de privação?
Que o meu abraço te sirva de consolo.

Se há escuridão da tua vida?
Que o meu abraço seja hoje o teu Sol.

Se teu coração está mergulhado na dúvida?
Que o meu abraço seja, Fé no teu dia de amanhã.

Se o Amor não marca presença em tua Vida?
Que o meu abraço possa dar-te a confiança,
de que ele está no teu caminho,..muito perto de ti,
e vem ao teu encontro.